Projetos

Ao longo dos anos, eu tenho lutado em prol de pontos cruciais para o crescimento do Ceará. Seja como Secretária do Desenvolvimento Econômico ou como Presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), buscar melhores condições de vida por meio da geração de emprego e renda sempre estiveram em minha pauta. A seguir, você encontrará os caminhos que seguirei para fazer nosso estado crescer.

1 - Empreendimentos voltados ao meio ambiente
Sabemos que o Ceará é um estado onde o verão é a estação que predomina pela maior parte do ano. Por conta disso, existem muitos problemas com a estiagem. E isto é agravado pela falta de políticas públicas que preparem a população para sobreviver de forma digna durante este período. Visando solucionar este problema, é necessário compreendermos este meio ambiente, investir e empreender nas possibilidades viáveis e rentáveis.

2 - Fazer a diferença no setor industrial
Este setor faz parte da minha vida desde sempre. Possuo um vasto networking e sempre busco formar novas alianças. Tudo isso com objetivo de gerar de empregos diretos e indiretos dentro da capital e no interior. Precisamos impulsionar o mercado interno, parar a corrida existente entre os estados pela busca de investimento privados e trabalharmos lado a lado afim de promover a distribuição destes de forma justa. Além disso, quero fortalecer a livre iniciativa para proporcionar maior liberdade econômica ao povo.

3 - Comunicação direta com a população
O projeto “Caravana do Desenvolvimento” foi criado e coordenado por mim. Nele, eu percorri todas as regiões do Ceará, conversando com jovens empresários, comerciantes e lideranças para coletar ideias e propostas, que culminaram com um documento contendo as linhas mestras para um Plano de Desenvolvimento Econômico para o Ceará. Ouvir a população é a melhor forma de praticar a política de forma justa.

4 - Olhar para o agronegócio
É indispensável qualificar os agricultores nordestinos para o uso racional da água, realizar estudos sobre culturas novas e alternativas de plantio, focar na importância da cajucultura para os cearenses, valorizar a pesca artesanal e o pescador, além da necessidade de fortalecer a agricultura familiar.

5 - Participação Feminina
O século XXI trouxe uma grande quantidade mulheres para o mercado. Porém, quando comparado com o salário dos homens, existe um déficit evidente. Precisamos valorizar o trabalho feminino, investir na capacitação de mais mulheres e fortalecer as políticas públicas e leis direcionadas às mulheres. Eu também apoio e encorajo a participação da mulher na política e gestão pública.

6 - Investimentos na educação e cultura
Valorizar a cultura cearense é fundamental. Eu sou fortalezense e tenho a relação íntima necessária na hora de defender obras estruturantes para o nosso Ceará. Essa mesma relação é o meu motor para o desejo de proporcionar oportunidades iguais de acesso à educação de qualidade para todas crianças e jovens.

Gostou do nosso projeto de governo, quer dar alguma sugestão ou opinar?
Deixe aqui seu comentário.