Projetos – Nicolle Barbosa

Projetos

Ao longo dos anos, eu tenho lutado em prol de pontos cruciais para o crescimento do Ceará. Seja como Secretária do Desenvolvimento Econômico ou como Presidente da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece), buscar melhores condições de vida por meio da geração de emprego e renda sempre estiveram em minha pauta. A seguir, você encontrará os caminhos que seguirei para fazer nosso estado crescer.

1 - Desenvolvimento econômico com mais investimentos, geração de postos de trabalho e renda
A melhor política de desenvolvimento social é aquela que tem como base a geração de emprego e renda. Para isso, precisamos atrair novas indústrias para o Ceará e qualificar nossos trabalhadores, objetivando a maior liberdade e estabilidade econômica.

2 - Defesa de uma política nacional de segurança pública
Garantir a segurança da população é uma prioridade a ser cumprida de forma urgente. Todos os Estados brasileiros devem estar em sintonia para lutar contra a violência e concretizar uma sociedade segura para cada cidadão.

3 - Redução de impostos
O Brasil é conhecido por ser um dos países onde mais se paga impostos. Pretendemos buscar a mudança dessa situação, com projetos que invistam na desburocratização e diminuição da caga tributária. Com isso, o cenário se tornará mais propício a promoção do avanço industrial no Ceará, um dos setores que hoje sentem fortemente essa tributação.

4 - Valorização e inserção da mulher no mercado de trabalho e fortalecimento de políticas públicas e leis direcionadas às mulheres
O protagonismo das mulheres no atual mercado deve ser incentivado e continuamente fortalecido. Fomentaremos a participação feminina na gestão pública, assim como no empreendedorismo, a fim de elevar a evidência do público feminino em todo o contexto social e político.

5 - Proporcionar oportunidades iguais de acesso à educação de qualidade para todas as crianças e jovens cearenses
Investir em nossos jovens é, sem dúvidas, cuidar da realidade do futuro. Lapidaremos a educação pública, para que a qualidade de ensino seja qualificada a todos os jovens, estimulando-os a permanecer na escola e proporcionando cursos que complementem todo o aprendizado.

6 - Qualificação do agricultor nordestino e apoio ao agronegócio, cajucultura, agricultura familiar, pesca artesanal e energias renováveis
Qualificaremos o agricultor nordestino para o uso consciente e rentável da água, para que não haja desperdício e esse recurso natural e essencial seja melhor aproveitado. Este ponto será indispensável para a segurança hídrica do Nordeste. Além disso, é de extrema importância o estudo sobre culturas alternativas e novas formas de plantio.

7 - Valorização da cultura local, artesanato e fortalecimento do turismo
A valorização da cultura nordestina é muito importante em todos os aspectos. Por meio de projetos interativos, visamos evidenciar o artesanato cearense e toda a história que ele carrega consigo. O desenvolvimento da cadeia produtiva fomentará o turismo, gerando mais uma vez renda para a população.

8 - Fortalecimento da livre iniciativa, defesa do Estado mínimo e eficiente
Queremos incentivar o empreendedorismo, buscando fortalecer a economia nordestina. Para isso, serão oferecidas políticas de crédito para o microempreendedor. Além disso, defendemos que a intervenção do Estado em iniciativas privadas seja a mínima possível, tornando esse processo menos burocrático.

Gostou do nosso projeto de governo, quer dar alguma sugestão ou opinar?
Deixe aqui seu comentário.